quinta-feira, 18 de julho de 2013

Lembranças de um coração.

E eu ainda sinto você comigo,
sinto suas mãos nas minhas,
sua boca macia,
e seu cheiro no meu dia a dia.

Você que me levou ao céu,
me apresentou o inferno.
Roubou minha vida,
e me fez sentir viva.

Não quero mexer no que já foi sentido,
mas quero sentir o que já foi mexido.
Apenas uma briga
de meu passado e meus sentidos.

Você é minha droga,
sofri uma overdose
não posso mais usar.
É preciso aguentar.

Já não te tenho como antes,
tudo acabou,
mas o final,
ainda não chegou.