quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Tortura diária.

É muito raro uma lembrança me confortar, seja boa ou não. Se é lembrança, memória, acabou, está no passado. As ruins, me fazem reviver momentos horríveis. O positivo da lembrança, é o aprendizado que elas trazem consigo. E talvez, por mais torturantes que elas sejam, eu não quero viver sem elas. Elas são o que sou, e por mais que não goste de quem sou, não saberia viver se eu não fosse assim.
       
Lembranças ou memórias (passado) e a morte, são as únicas coisas que não mudam. Por isso doem tanto. Nunca vão acabar. Sendo que é relativo, pois mesmo que seja a mesma lembrança, ela nunca será igual, sem contar que se pode ter alguma doença que envolva perda de memória. E a morte, você pode fantasiar. Afinal quantas foram as vezes que alguém já morreu e uma pessoa não quis acreditar, ignorou o fato, criou uma outra vida dentro da própria mente? O passado é algo assustadoramente incrível.